13 curiosidades sobre o Natal na Alemanha

Dezembro chegou e com o fim do ano não dá para não perceber o quanto o Natal na Alemanha é encantador! Claro que os festejos têm muitas semelhanças os do Brasil, como os pinheiros de Natal, algumas decorações natalinas, a superlotação nas lojas… Mas também reparei que a época de Natal aqui é mais voltada à socialização com os amigos e a um ritual familiar, principalmente para aquelas com crianças. Ser criança na Alemanha em época de Natal é aquela coisa de “estar no lugar certo, na hora certa”.

Apesar de essa ser uma época mais orientada ao consumismo em qualquer lugar do mundo, senti que o que se sobressai aqui é justamente esse clima de alegria e socialização, de família unida. Por isso, resolvi pesquisar um pouco mais sobre as tradições daqui, que formam um dos feriados mais importantes e mais comemorados da Alemanha.

1 – A preparação para o Natal: o Advento

As tradições natalinas começam quatro semanas antes do Dia de Natal, no Primeiro Domingo do Avento. O Advento é um tempo de expectativa para a comemoração do nascimento de Jesus, uma época de preparação para o Dia de Natal.

Um dos símbolos dessa época é o Adventerkranz, ou coroa do Advento, uma guirlanda com quatro velas, que são acendidas conforme os domingos que antecedem o Natal passam, uma vela a cada domingo. No Brasil, é comum a coroa do Advento ter uma vela de cada cor, já que cada uma tem um significado, mas aqui normalmente todas tem a mesma cor.

20171201_221141
Adventerkränze modernas à venda no mercado em Munique

É no Primeiro Domingo do Advento que as famílias preparam, em casa mesmo, os biscoitos de Natal ou outras quitutes tradicionais natalinas (vou falar mais sobre elas mais adiante).

2 – O Calendário do Advento – Adventskalender

Eu me perguntava o que eram essas caixas grandes de papelão, normalmente de marcas de chocolate, que o pessoal estava comprando no supermercado nesses últimos tempos. E eis que são os Calendários do Advento! No Brasil, nossos Calendários do Advento são calendários com motivos natalinos que nos permitem ir contando os dias para o Natal (e que, desculpe a ignorância, não sabia que tinham esse nome).

20171201_231946
Adventskalender

Aqui eles são de papelão  e você destaca uma “janela” em cada um dos 24 dias que antecedem ao Natal e, de dentro dessa “janelinha” pega um presentinho, um chocolatinho, ou vê uma imagem que conta sobre a história do Natal. Esses calendários eram, originalmente, feitos à mão e foram criados para envolver as crianças nas festividades que antecedem ao Natal.

3 – 6 de Dezembro: Dia de São Nicolau

Na minha opinião, essa é uma das tradições mais interessantes! O dia 6 de Dezembro, Dia de São Nicolau, também faz parte das comemorações natalinas na Alemanha e é uma tradição bem forte por aqui.

Na noite do dia 5 para o dia 6, as crianças deixam seus sapatos em frente à porta antes de dormir. Na manhã do dia seguinte, dentro dos calçados pode haver pequenos presentes deixados por São Nicolau, normalmente chocolates, docinhos ou um pouco de dinheiro. Mas isso somente caso elas tenham se comportado bem durante o ano, porque em caso contrário, elas encontram galhinhos, deixado pelo ajudante malvado de São Nicolau, o Krampus.

A figura do Krampus é o que acho mais curioso, porque muitas crianças já morrem medo do Papai Noel, que tem o aspecto de um velhinho simpático! Não consigo imaginar o que passa na cabeça delas quando vêem o Krampus, representado por um monstro feio, com chifres, orelhas pontudas, rabo comprido e com um saco de palha nas costas, onde ameaça carregar as crianças embora caso elas não se comportem.

Krampus
São Nicolau e Krampus. Fonte: Germania Society of Cincinnati.

Em várias regiões da Alemanha, na noite do dia 5 de dezembro, pessoas se vestem de Krampus para assustar as crianças e manter as tradições vivas. Aqui em Munique há, incluvise, uma corrida com todos vestidos de Krampus, a Krampuslauf! Esse ano vai acontecer dia 10 de dezembro, no domingo após o dia de São Nicolau (que cai numa quarta-feira).

4 – Weihnachtsmärkte: as Feirinhas de Natal

Uma tradição que acalenta o coração são as feirinhas de Natal, em alemão Weihnachtsmärkte. Com o tempo escuro e frio, é de se imaginar que ninguém vá sair de casa pelo menos durante os próximos 6 meses, quando maio chega com as suas temperaturas mais amenas. Mas aí abrem os mercadinhos de Natal e vai todo mundo para lá, apesar do frio e da escuridão (já está anoitecendo 16:25, socorro)!

20171201_232414
Christkindlmarkt na Marienplatz em Munique.

Eles são muito comuns por toda a Alemanha, sendo o de Dresden e o de Nuremberg uns dos mais famosos e tradicionais. Só em Munique são, pelo menos, 24 mercados! Nessas feirinhas são vendidas decorações de Natal, como bolas decorativas de vidro pintadas à mão, produtos artesanais, como brinquedos de madeira, e comidas e bebidas típicas natalinas, como Lebkuchen (biscoitos de gengibre) e Glühwein.

5 – Glühwein e Stollen

Destaque para esses dois produtos muito famosos aqui nessa época e que quando você escuta o nome não faz ideia do que sejam, mas são muito parecidos com duas coisas famosas também no Brasil.

O Glühwein é a bebida genuína dos Mercados de Natal por aqui. Bem parecido com o nosso quentão de vinho, é feito de vinho tinto seco, canela, cravo, rodelas de laranja e açúcar. Ele é servido em canequinhas com motivos da cidade ou de Natal e esquenta os visitantes nos Weihnachtsmärkte, além de deixar o lugar com um cheirinho delicioso.

20171118_190725
Glühwein

E assim como os nossos panetones no Brasil, aqui é o Stollen que aparece nessa época. Os ingredientes são praticamente os mesmos do panetone e as duas coisas, de fato, se parecem muito, só que o Stollen tem o formato de um pão. Originalmente da cidade de Dresden, por isso muitas vezes chamado de Dresdner Stollen, é encontrado em feirinhas de Natal e supermercados em toda a Alemanha durante essa época.

6 – Biscoitos de Natal

Tradicionais dessa época, mas comuns durante todo o ano, os Lebkuchen e os Pfeffernüsse são biscoitos de gengibre, com o sabor parecido aos nossos pães de mel. Outro biscoito também vendido nos mercadinhos de natal são os Spekulatius, retangulares e com desenhos em relevo na superfície, são aromatizados com canela, noz-moscada e outras especiarias.

Plätzchen
Plätzchen variados. Fonte: Deavita.

E como já disse, marcando o início das celebrações, feitos no primeiro domingo do Advento para serem distribuídos a familiares e amigos, os Plätzchen são bolachinhas, podendo ter diferentes formas e decorações.

7 – Decorações de Natal

Decorações de Natal já são fofas em qualquer lugar do mundo, né? Mas aqui tem também algumas coisas um pouco diferentes do que estamos acostumados no Brasil. Aqui são decorações natalinas tradicionais, além das árvores de Natal, velas e das grinaldas do Advento (sobre as quais já comentei lá em cima): as Lebkuchenhäuser, casinhas de pão de gengibre decoradas com doces; bonecos quebra-nozes; berços; Schwibbogen, peças em formato de meia lua feitas de madeira onde são colocadas velas e que mostram cenas da história do Natal ou tradições locais; Weihnachtspyramide, ou Pirâmides de Natal, que servem também para colocar velas, mas que contam cenas sobre o Natal. Essas pirâmides podem ter um ou mais andares e, no topo, um catavento, que gira com o calor das velas.

20171201_221057
Schwibbogen

Por serem tão artesanais e delicadas, as decorações aqui encantam muito! Em qualquer um dos mercadinhos de Natal se consegue ver e comprar cada uma dessas coisas!

8 – Árvore de Natal

A tradição da árvore de Natal, assim como várias outras tradições natalinas, nasceu aqui na Alemanha. Originalmente, a árvore deve ser decorada somente na véspera de Natal e as crianças não podem participar desse processo, então um dos pais distrai as crianças, enquanto o outro monta a árvore, e as crianças só a veem pronta! Outra curiosidade é que, segundo a tradição, a árvore é decorada com doces. Então, no dia de Ano Novo, a família desmonta a árvore e come os doces!

20171201_232210
Árvore de Natal no principal mercado de Natal em Munique, o Christkindlmarkt, na Marienplatz.

O passar dos tempos, fez com que um pouco dessa prática se perdesse, então, nos dias de hoje, algumas famílias montam a árvore logo no Primeiro Domingo do Advento com decorações como as nossas, bolas, laços, luzinhas, e desmontam no dia 6 Janeiro.

9 – Papai Noel, São Nicolau ou Menino Jesus?

A figura do Papai Noel foi criada por um alemão chamado Thomas Nast, que ainda criança se mudou para os Estados Unidos. Lá ele tornou-se cartunista e, na década de 1860, desenhou Santa Claus. Somente em 1931, a Coca-Cola lançou sua primeira propaganda com o Papai Noel, e difundiu no mundo todo a imagem dele como conhecemos hoje.

Apesar disso, os conflitos entre os católicos e protestantes aqui na Alemanha deram origem a uma característica bem própria do Natal daqui e que se mantém até hoje. Muitas famílias dizem, que quem deixa os presentes para as crianças no Natal não é o Papai Noel, e sim o Christkindl. Apesar de a tradução literal ser Criança Cristã, o Christkindl é representado pela figura de um anjo, normalmente uma criança ou mulher, de cabelos amarelos encaracolados, auréola e asas. Essa figura é tão ou mais presente quanto a figura do Papai Noel nas decorações de Natal e, principalmente, nos eventos natalinos.

Christkind
Christkindl. Fonte: Weihnachtsmuseum.

 

10 – Missas de Natal

As missas, tradicionalmente, aconteciam à meia noite do dia 24 de Dezembro, mas isso vem mudando e hoje acontecem, normalmente, entre as 20h, 22h. É comum, mesmo para famílias não religiosas, irem à missa nesse dia, principalmente se há crianças na família, para que elas entendam o significado e a história por trás do Natal.

11 – Ceia de Natal

Na noite do dia 24, os alemães comemoram o Natal com um jantar para a família e, em alguns casos, para amigos íntimos. A ceia de Natal típica é o ganso ou pato assado, podendo ser recheado com maçãs, castanhas, cebolas ou ameixas secas, repolho e batatas cozinhas.

12 – Primeira e Segunda Celebração de Natal

Apesar das comemorações acontecerem todas na tarde e noite do dia 24 de dezembro, o feriado é apenas no dia de Natal, 25 de dezembro, chamado de Erster Feiertag (Primeira Celebração). O dia seguinte, dia 26, também é feriado nacional, o Zweiter Weihnachtsfeiertag (Segundo Feriado de Natal). Esses dias são usados pelos alemães para ficar em casa, tranquilos, curtindo a família.

Dia 26 de dezembro também é Dia de Santo Estevão e, apesar de o feriado não ter oficialmente essa justificativa, muitos acreditam que essa seja a origem do Segundo Feriado de Natal.

13 – Sternsinger

Após o Natal, entre os dias 27 de Dezembro a 6 de Janeiro, grupos de coral compostos por quatro pessoas cantam na porta de várias casa e coletam dinheiro para a caridade. Três pessoas se vestem de Reis Magos e a outra carrega uma estrela, simbolizando a estrela de Belém. Depois do canto, eles marcam a porta da casa em giz branco com a inscrição “20*C+M+B+17”, o ano e as iniciais dos três Reis Magos: Caspar, Melchior e Balthasar. Essa marcação simboliza que a casa está protegida e é considerado de má sorte apagá-la, deve sair sozinha com o tempo.

Sternsinger
Sternsinger

Quanta coisa, né! Mas o melhor é que essa época está só começando por aqui e ainda tem muita coisa nova para experimentar e descobrir sobre as tradições daqui.

One Reply to “13 curiosidades sobre o Natal na Alemanha”

  1. quanta coisa…. que delicia essa leitura.

Deixe uma resposta