15 curiosidades sobre a Oktoberfest de Munique

Para uma festa tão grande e tão conhecida ao redor do mundo, é natural que a gente imagine e crie expectativas em cima dela. No momento em que você visita a Oktoberfest de Munique, várias coisa acabam sendo bem diferentes e curiosas e você se surpreende com quase tudo (e se decepciona com quase nada).

Oktoberfest-Munique-de-cima
A vista aérea do local da festa. Fonte: Zeit.

1 – A festa é realizada no mesmo local desde a sua primeira edição em 1810. No Theresenwiese, um campo bem próximo ao centro de Munique, com área de 34,5 hectares.

2 – A festa não aconteceu 24 vezes devido à epidemia de cólera ou devido às duas Grandes Guerras.

3 – O maior público da festa foi em 1985, com 7,1 milhões de visitantes.

4 – Não precisa pagar pra entrar

Muita gente me pergunta sobre o valor da entrada da Oktoberfest. Ela é gratuita! Você não precisa comprar ingresso nenhum, é só chegar e curtir as atrações. Você paga pelo que consumir de comida e bebida e pelas entradas nos brinquedos.

Atracoes-Oktoberfest-Munique
Oktoberfest 2017. Foto: Arquivo Pessoal, 2017.

5 – Parece um parque de diversões

A festa acontece num campo, onde são montadas as tendas das cervejarias, barracas de comida, jogos e brinquedos, como em parques de diversões. A festa parece muito um parque, são muitos brinquedos e muitas barracas com jogos, é bem diferente do que imaginamos pegando como referência a Oktoberfest do Brasil.

6 – Só tem cerveja dentro das tendas das cervejarias

Só é possível beber cerveja dentro das tendas das cervejarias e quando se está sentado. Se você não consegue entrar nas tendas, ou não consegue um lugar para sentar dentro delas, você não será servido. Nas barracas de bebida e comida no parque não há venda de cerveja. Você encontra outras bebidas alcoólicas, como Hugo, Mojito e até Caipirinha, mas cerveja não.

cervejarias-tendas-oktoberfest-munique
É melhor chegar cedo para conseguir um lugar dentro das tendas. Foto: Arquivo pessoal, 2017.

7 – Reserva de mesas

Se você sabe com bastante antecedência que vem para a Oktoberfest é uma boa reservar mesa em alguma tenda. Assim você garante sua vaga e pode curtir tranquilamente com os seus amigos, sem medo de acabar ficando sem lugar e não conseguir tomar cerveja. Mas as reservas começam em Fevereiro e costumam acabar rapidinho, em pouco meses.

Caso você não tenha reserva, vale baixar o aplicativo oficial da Oktoberfest para checar sempre a lotação de cada tenda ou chegar cedo para garantir lugar. Nos finais de semana ou feriados, o ideal é chegar no máximo às 11h e em dias de semana umas 17h.

8 – A maior tenda é da Hofbräuhaus, com mais de 10.000 lugares. É também a preferida pelos turistas, e por isso mesmo, é conhecida por ser uma das mais animadas.

9 – Oktoberfestbier

As cervejas servidas na festa são feitas especialmente para a Oktoberfest. Historicamente, com pouca tecnologia, elas começavam a ser preparadas já em março, e para durarem até a festa, seu teor alcoolico era muito mais alto que o das cervejas convencionais, entre 11% e 13%. Hoje em dia, o teor permanece um pouco mais alto, mas algo em torno de 1%. Acreditem ou não, esse 1% faz bastante diferença, o que faz com que todos sugiram beber 2 Maß. Uma dica é beber a Radler ou a Russ, uma Helles misturada com limonada e Weißbier com limonada, respectivamente, o que acaba deixando a cerveja mais fraquinha.

10 – Apesar da entrada na festa ser gratuita, o preço da cerveja é de cair para trás, varia entre10,70 a11,50.

halbes-Hendl-Oktoberfest-2018
Halbes Hendl. Fonte: Süddeutsche Zeitung.

11 – A comida mais tradicional da festa você pode encontrar dentro das tendas, o halbes Hendl. Trata-se de uma metade de um frango assado, servido assim como porção individual, ou seja, para uma pessoa.

traje-tipico-oktoberfest-alemanha
Eu e meu Dirndl conhecendo a Oktoberfest. Foto: Arquivo Pessoal, 2017.

12 – Laço do Dirndl

O vestido típico usado na Oktoberfest, o Dirndl, pode mostrar o status da mulher que está vestindo. Tudo depende do lado que você amarra e deixa o laço do avental: do lado esquerdo significa comprometido, no direito solteira, no meio para crianças ou pela comunidade LGBTI+ e atrás nas costas é utilizado por garçonetes e viúvas.

Dirndl-mais-caro-Oktoberfest-2018
A modela e atriz alemã Barbara Meier com o Dirdnl mais caro de 2018. Fonte: Vogue.

 

13 – O valor de um Dirndl novo varia entre30 a42.600 euros, sendo esse o valor do Dirndl mais caro usado nessa Oktoberfest por uma modelo alemã, da Estilista Kinga Mathe com pérolas e diamantes. O valor médio de um fica em torno de 200.

14 – Não pode entrar com bolsas grandes ou mochilas!

A segurança da festa tem aumentado nos últimos anos devido aos atentados na Europa. Ainda assim, não chega perto das nossas revistas em shows grandes no Brasil. De qualquer forma, eles não deixam bolsas grandes ou mochilas entrarem na festa e as pequenas são revistadas. Carrinhos de bebê não podem entrar aos sábados ou nos outros dias após as 18h. Existe um guarda-volume com preço bom em frente a uma das entradas para os desavisados.

15 – A festa acaba às 23h.

Nós brasileiros estamos acostumados a fazer festa de madrugada, por isso pode soar bem estranho saber que a última cerveja é servida às 22:30. A festa inicia às 10h da manhã e termina entre 23:30 e meia noite, quando os brinquedos do parque param.

E aí, ficou surpreso com algumas das curiosidades? Para saber mais sobre a Oktoberfest de Munique, veja o outro post do blog aqui.

3 Replies to “15 curiosidades sobre a Oktoberfest de Munique”

  1. Ihh, o meu Dirndl, teria que ter o laço amarrado pra trás. rsrsrsrs

  2. […] 15 curiosidades sobre a Oktoberfest de Munique […]

  3. […] animação que temos durante o carnaval no Brasil eu sinto aqui durante os dias de Oktoberfest, a festa preferida dos bávaros. Mas como a gente é brasileiro o coração acaba batendo mais […]

Deixe uma resposta