Tudo sobre o bate volta ao Castelo de Neuschwanstein

Em uma cidadezinha com menos de 4 mil habitantes, na divisa da Alemanha com a Áustria, bem ao sul do estado da Baviera, encontra-se o famoso e imponente Castelo de Neuschwanstein.

Com uma natureza surpreendente, com lagos, montanhas e florestas, o cenário é de conto de fadas. Realmente, o castelo é um dos principais responsáveis ao dar essa fama de fantasia à Alemanha.

Mas é por isso mesmo que essa é também uma das atrações mais visitadas de toda a Europa, com 1,5 milhão de visitantes por ano, recebendo em torno de 4 mil visitantes por dia durante o verão.

A expectativa de ver um dos lugares mais lindos da Alemanha combinada a fatores como tempo, multidões e clima pode transformar toda a sua experiência. Justamente por ser um dos lugares mais cheios de turistas do país, o planejamento pode ser bem difícil.

Mas fiquem tranquilos! Com um pouquinho de organização seu passeio vai ser incrível! Aqui vão algumas dicas e um passo a passo para o seu passeio ao Neuschwanstein ser lindo como merece.

A charmosa cidade de Füssen pode facilmente ser incluída no passeio.

Como chegar

A maioria decide fazer a visita ao castelo quando está hospedada em Munique e, de fato, o trajeto não é complicado. Sugiro comprar um Bayern Ticket, que dá direito a usar o transporte no estado da Baviera durante todo o dia, sejam os trens regionais ou o transporte público dentro de cada cidade. Eu já expliquei detalhadamente sobre esse ticket aqui nesse post, confere lá.

O Castelo de Neuschwanstein fica na cidadezinha de Schwangau, mas de trem, você precisa primeiro ir até a cidade de Füssen, o que dura cerca de 2 horas com uma conexão (geralmente em Buchloe ou Kaufberen). Sugiro baixar o app da empresa de trens Deustche Bahn, o DB Navigator, para ir conferindo todos os detalhes da sua viagem, como o número do seu trem, destino final, estações de troca, horários e atrasos. 

Chegando em Füssen, você precisa procurar os ônibus que vão a Schwangau. O ponto deles é bem em frente à estação de trens da cidade e os horários são sempre coordenados com a chegada dos trens. Eles são facilmente identificados com placas indicando Bus to the Castles.

Ao descer em Schwangau você só precisa subir uma ruazinha à direita e caminhar 200m para chegar ao Ticket Center, para retirar ou comprar seu ingresso para o castelo.

Apesar de ser simples, a viagem pode ser cansativa, já que tanto os trens quanto os ônibus tendem a estar lotados. Muitas vezes é difícil encontrar lugares para sentar e você precisa ficar as duas horas de viagem em pé.

E é por isso que alugar um carro também pode ser uma ótima opção. Procure no Google Maps os estacionamentos Parkplatz Königsschlösser (são 4, P1 a P4), bem próximos ao Ticket Center. Mas claro, não subestime a quantidade de visitantes nunca! Chegue cedo para garantir sua vaga nesses estacionamentos mais próximos (ou vá na metade da tarde, a partir das 15h).

A vista mais linda e famosa do Castelo de Neuschwanstein, a partir da ponte Marienbrücke.

Compra do ingresso para a visita ao interior do Castelo de Neuschwanstein

Para garantir sua visita ao castelo o ideal é reservar o ingresso com antecedência pelo site oficial. E atenção: o que você recebe comprando pelo site é apenas uma reserva! Não são os tickets! Você precisa de qualquer forma ir até o Ticket Center em Schwangau no dia da visita para retirar os seus ingressos, mas você pega uma fila menor, especial para pessoas com reserva, e é isso que agiliza seu passeio.

Os ingressos podem ser reservados até dois dias antes do passeio, até 15h. Ou seja, se você quer visitar o castelo em uma sexta-feira, a reserva pelo site precisa ser feita até 15h da quarta-feira. 

O valor do ingresso ao Castelo de Neuschwanstein é de 13 euros e combinado com o Castelo de Hohenschwangau fica 23 euros, combo chamado de Königsticket (o Ingresso do Rei). Crianças e jovens de até 18 anos acompanhados pelos pais não pagam entrada.

Além disso, são cobrados 2,50 euros pela reserva pelo site e você precisa chegar com uma hora e meia de antecedência para retirar seus ingressos na bilheteria, ou sua reserva é cancelada.

Isso é um detalhe que torna um pouco difícil o planejamento da visita ao castelo, já que as filas podem ser extensas e atrasos nos trens devem ser considerados. Mas a partir de 2020 será possível comprar os ingressos direto pelo site, sem ser necessário passar pela bilheteria, o que vai facilitar bastante essa logística.

Idiomas do tour

É possível você fazer o tour em alemão, inglês ou com áudio guia em português de portugal. Existem horários diferentes para tours em alemão, em inglês e para os tours com áudio guia. Você escolhe os horários no momento de fazer a reserva no site ou, caso decida não reservar, direto na bilheteria.

O caminho da bilheteria até os castelos

O Castelo de Hohenschwangau, o menor e mais antigo deles, fica praticamente ao lado do Ticket Office, em cima de um morro. Você precisa subir alguns degraus e chega até ele em aproximadamente 10-15 minutos.

Para o Castelo de Neuschwanstein são 1,5km de muita subida por um caminho que pode ser feito de três maneiras: a pé, de ônibus ou de charrete (peço para desconsiderarem essa última opção. Em cada charrete com dois cavalos eles levam em torno de 15 pessoas e dá dózinha dos cavalos subindo e descendo durante o dia inteiro – apesar de ter uma troca de cavalos durante o dia.)

Para subir ao Castelo de Neuschwanstein caminhando você levará entre 20 a 40 minutos, dependendo da sua preparação física. São raros os pontos de onde você consegue ter uma vista de alguma coisa, seja da cidadezinha de Hohenschwangau ou do próprio castelo, mas o passeio é bem agradável por entre as árvores. Existem alguns pontos de parada também durante o caminho, onde você pode sentar para dar uma descansada.

Se você escolher poupar as pernocas, utilize o ônibus. O ponto fica logo após o Hotel e Café Müller, ali onde também inicia-se o caminho ao Castelo de Hohenschwangau. Ao lado do ponto de ônibus fica uma casinha de madeira, onde são vendidos os tickets. A passagem custa 2,50 euros para a subida, 1,50 euros só para a descida ou você pode comprar a subida e descida por 3 euros. Fique atento e planeje-se, pois sempre há fila para pegar o ônibus (e a fila é exposta ao tempo, não tem cobertura).

Monitor acima das catracas mostra os horários e números dos próximos tours.

Como funciona a visita aos castelos?

No Ticket Center você recebe os tickets para as visitas selecionadas, para um dos castelos ou para os dois. Se você comprou o Königssticket e vai visitar os dois castelos, preste atenção ao que o caixa disser sobre os horários e verifique o horário das visitas novamente nos próprios ingressos para que não haja confusão e você acabe no horário certo, mas no castelo errado.

As áreas externas dos dois castelos possuem um pátio que pode ser visitado sem a necessidade do ticket, e é ali que você vai chegar e esperar pelo horário do seu tour.

Na entrada de cada um dos castelos ficam catracas que liberam com o código de barras do seu ticket somente no seu horário, e é por esse motivo que o melhor a se fazer é se planejar para estar ali por perto das catracas com uns 20 minutos de antecedência, garantindo a sua entrada para o tour. Chegue cedo e fique aproveitando o pátio dos castelos, que também são muito bonitos.

Os tours no Castelo de Neuschwanstein acontecem a cada 5 minutos, ou seja, o fluxo é bem grande e você vai perceber que é tudo muito bem cronometrado para que as visitas funcionem perfeitamente. Durante o tour não são aceitas mochilas ou bolsas muito grandes, portanto se você está em dúvida quanto à sua, existem vários pontos com guarda-volumes, como na estação de trem em Füssen e na subida, quase chegando no castelo, tem um ponto de parada com mirantes, bancos e lockers.

A visita é sempre acompanhada de um funcionário do castelo, que guia o passeio em cada cômodo. Cada grupo é formado por cerca de 30 pessoas, ou seja, em alguns cômodos pode ser um pouco apertado, mas você pode andar livremente dentro do quarto para observá-lo enquanto o guia ou o áudio discorrem sobre as história da construção e da vida de Ludwig II.

Durante a visita você passa por 16 cômodos e ela dura em torno de 30 minutos. No final, não deixe de ir até a sacada, que tem uma das vistas mais bonitas da Alemanha. Para encontrá-la siga as placas do Café Multivision.

O outro castelo de Schwangau, o Castelo de Hohenschwangau.

Vale a pena visitar o Castelo de Hohenschwangau?

Se você gosta de história, vale sim. Foi ali que realmente viveu o rei Ludwig II e seu irmão Otto durante toda a infância. A casa é mobiliada e você vê todos os cômodos como eram originalmente, além de receber muita informação sobre o lugar e a vida da família durante o tour guiado.

Se você não for um entusiasta de história, recomendo gastar esse tempo ao ar livre, passeando pelo lago Alpsee ou até caminhando pelo centro histórico de Füssen, principalmente se o tempo estiver bonito.

A maravilhosa vista da sacada do Castelo de Neuschwanstein para a vila de Hohenschwangau, o castelo de mesmo nome, o lago Alpsee e os alpes.

Vale a pena fazer a visita no Castelo de Neuschwanstein?

Sim! Aqui não vou deixar dúvidas, não. Já ouvi muita gente dizendo que o castelo não é tão bonito e que já basta olhá-lo por fora, mas acredito que o tour pelo seu interior só completa e enriquece o passeio nesse lugar de conto de fadas.

O exterior do castelo é sim estonteante, principalmente a vista da ponte Marienbrücke ou da vila de Hohenschwangau, mas o seu interior é tão impressionante quanto e vale sim a visita.

Ponte Marienbrücke: o local de uma das melhores vistas ao Castelo de Neuschwanstein.

Ponte Marienbrücke

A disputada Ponte de Maria (Marienbrücke) fica em cima do rio Pöllat em um desfiladeiro. De lá a vista engloba o Castelo de Neuschwanstein, a vilinha de Schwangau e os lagos de Forggensee e Bannwaldsee. Além disso, a vegetação da floresta que rodeia o castelo compõe a paisagem de maneira diferente conforme a estação. Na primavera e verão com tons de verde vivo, no outono com o colorido das folhas amarelas, laranjas e vermelhas e no inverno com a vegetação mais seca e, muitas vezes, branquinha da neve.

Para chegar até a ponte você segue pelo caminho na lateral do castelo até ver a sinalização para virar à esquerda na trilhazinha que leva à ponte. Normalmente tem fila no acesso até ela, mas a espera é curta mesmo com a fila longa e a vista vai fazer valer a pena cada minuto.

É super importante dizer que durante o inverno, em dias muito frios com possibilidade de gelo ou neve no chão, a Marienbrücke fica muito escorregadia e é fechada. No último ano, inclusive, foi instalado um portão que permanece fechado nesses dias.

Melhor época para visitar o Castelo de Neuschwanstein

Eu nunca tive a oportunidade de ver o castelo com neve e acredito ser um fenômeno raro em uma visita. Primeiro porque precisa ter nevado bastante para cobrir toda a paisagem de branco, então as chances são melhores em janeiro ou fevereiro. Segundo que no dia da visita o dia precisa estar bonito e não tão frio, para que o acesso à ponte esteja aberto e se consiga ter a vista do castelo com tudo branquinho ao redor. E terceiro que o passeio é bem externo, você acaba pegando filas em ambientes sem aquecedor, você fica na fila para o ônibus no tempo ou caminha os 30 minutos até o castelo a pé. Com todas essas situações, se você não estiver com roupas e calçados bem adequados, o passeio pode ser bem cansativo devido ao frio.

Claro, o lugar é muito lindo e, por isso, uma visita à Schwangau e aos Castelos de Neuschwanstein e Hohenschwangau sempre caem bem, em qualquer época do ano. Apesar disso, na minha opinião, o lugar é inesquecível e especialmente maravilhoso durante o outono (setembro a novembro), quando o tempo está agradável, ainda existe a possibilidade de muitos dias de sol e a coloração das árvores durante essa época, que me encanta demais!

O lago Alpsee tem uma cor verde inacreditável (até em dia de chuva!).

Outras dicas

Um passeio até o Castelo de Neuschwanstein não precisa ser somente um passeio ao Castelo de Neuschwanstein. Aproveite para conhecer o lago Alpsee, que tem uma cor inacreditável e tem os alpes ao fundo, e tire nem que seja uma meia horinha para passear pelo charmoso centro histórico de Füssen, a cidade que também faz parte da Rota Romântica.

Além disso, como dito acima, nesse passeio você acaba ficando bem exposto ao tempo, então cheque a previsão do tempo antes, leve casacos e calçados confortáveis, quentinhos e impermeáveis. Uma outra dica é levar uma meia ou calçados extras, para o caso dos seus molharem e você não ficar passando frio durante o resto do dia.

Leve também um lanchinho e água na bolsa, é sempre bom para bate-volta de dia inteiro.

Para quem está de passagem aqui por Munique ou alguma região próximo ao sul da Baviera, o passeio ao Castelo de Neuschwanstein vale a pena. É aquela viagem de Bucket List, para você colocar na sua listinha para conhecer, nem que seja coisa de uma vez na vida.

O planejamento da visita precisa ser bem pesquisado e organizado para que você aproveite seu dia, mas é um dos lugares mais lindos, tanto pela natureza do lugar, quanto pela arquitetura de Füssen e Schwangau e pela mágica do próprio Castelo de Neuschwanstein.

Vai lá e depois me conta o que você achou!

Para aproveitar o passeio ao Castelo de Neuschwanstein sem se preocupar com o planejamento, contate a Into Bavaria Tours. Deixa o roteiro com a gente e curta sua viagem! 

Deixe uma resposta