Roteiro de 5 dias em Mallorca

Para quem mora na Alemanha ir passar o verão na ilha de Mallorca é praticamente uma exigência de integração no país. Essa ilha, que faz parte do arquipélago das Ilhas Baleares na Espanha, é dita pelos próprios espanhóis que é “mais alemã do que espanhola”, tamanha a popularidade entre os turistas germânicos.

A ilha de Mallorca é o destino internacional número 1 dos turistas alemães, que são uma fatia de 40% de todos os visitantes do local, cerca de 5,3 milhões de alemães viajam para lá todos os anos!

A popularidade faz com que as passagens tenham preços atrativos, então parece irresistível querer conhecer esse lugar, certo? 

Seguindo o fluxo dos locais, ano passado decidimos passar férias de verão por lá. Apesar de ser o destino mais clichê no verão para quem mora na Alemanha, a fama é legítima.

A maior entre as Ilhas Balearas, Mallorca oferece uma capital com vida noturna agitada, pequenas vilas históricas com charmosas casas de pedra, temperaturas altas no verão e praias de águas cristalinas, como as suas famosas calas, pequenas praias situadas entre rochedos e falésias.

A ilha é pequena o suficiente para que você se hospede em qualquer ponto e consiga conhecer praias do outro lado da ilha, mas grande o suficiente para visitar novas praias todos os dias.

Você pode passar 5 dias por lá ou ficar um mês e terá praias novas para conhecer todos os dias. Aqui deixo minha sugestão de roteiro mais curto, focado em conhecer as praias, mas também cada cantinho da ilha.

Nesse caso, o ideal é você alugar uma casa próxima à Palma, mais para o centro de ilha, de forma a chegar em aproximadamente 1 hora em qualquer praia de Mallorca. Existe transporte dentro da ilha para as principais praias, mas minha sugestão é alugar um carro, já retirá-lo ao chegar no aeroporto e ter mais flexibilidade e mobilidade.

Dia 1 – Palma de Mallorca

A entrada na ilha acontece pela capital, Palma de Mallorca, seja por meio aéreo ou marítimo. E já que o primeiro dia de viagem é sempre meio quebrado, minha sugestão é tirar esse dia para conhecer os pontos turísticos da cidade.

Vista do Parc de la Mar e Porto de Palma a partir dos muros do Palácio de l`Almudaina

Parc de la Mar

Um dos parques mais importantes da cidade, localizado à beira mar e excelente para iniciar seu tour por Palma. Você pode tanto descer e caminhar pelo local, como observá-lo de cima das muralhas, seguindo pelo Passeig dalt Murada.

Há um grande espelho da água com fontes bem em frente ao Palácio Real de l’Almudaina cheio de água salgada, do mar.

Palácio de l`Almudaina

Palácio de l’Almudaina

O Palácio Real de Palma foi construída pelo Império Romano, mas todo reformado entre 1281 e 1343 sobre o domínio muçulmano. Atualmente, o palácio serve de residência oficial de verão para o Rei Felipe VI da Espanha.

É possível visitar o seu interior e ver a influência de diversos períodos históricos da ilha, através de suas tapeçarias, pinturas e móveis.

Mas, como essa sugestão de roteiro será bem focada em turismo de praia, minha sugestão é conhecer somente a área externa do palácio, caminhando pelas suas muralhas e admirando a vista do Parc de la Mar e do porto.

Catedral de Palma de Mallorca

Catedral de Mallorca ou Le Seu

Ao lado do palácio real está a Catedral-Basílica de Santa María de Mallorca, Catedral de Mallorca ou Le Seu. Construída entre os séculos XIII e XVII, aproveitou a estrutura de uma mesquita que estava ali no local. 

No exterior da catedral predomina o estilo gótico, mas no seu interior é possível ver influências barrocas em pinturas e esculturas, por exemplo. No século XX, a parte interna da igreja foi adaptada para melhor atender às demandas dos rituais religiosos. Esses ajustes foram feitos por alguns artistas espanhóis reconhecidos, como Antoni Gaudí e o pintor mallorquinho Miquel Bacerló.

Leve em consideração que, ao contrário da Alemanha, a visitação de igrejas turísticas é paga em Mallorca. Saiba mais sobre os ingressos aqui.

Modernismo em Palma de Mallorca

Modernismo no Centro Histórico de Palma

Caminhar pelas ruas de Palma também é uma boa pedida, já que a cidade é uma mistura do charme das ruelas com casinhas de pedras e ruas com edifícios de influência do famoso modernismo espanhol.

Antoni Gaudí e Lluis Domènech i Montaner, arquitetos modernistas, foram contratados para alguns projetos na ilha e acabaram influenciando outros profissionais de Mallorca.

Alguns prédios para você observar o modernismo em Mallorca:

Acesse esse link no site oficial de Palma se você gosta de arquitetura e quer outras dicas de edifícios modernistas na cidade.

Castelo de Bellver

Um pouco mais distante do centro da cidade e no topo de uma pequena montanha, fica o Castell de Bellver. Construído no século XIV para ser a residência da realeza, o castelo possui uma arquitetura incomum, em formato redondo.

Se você tem um pouco mais de tempo para turistar em Palma, sugiro se surpreender com esse castelo e com a vista que ele proporciona da ilha.

Dia 2 – Praias do sul de Mallorca

Recomendo começar seu itinerário de praias pela mais popular: Caló des Moro. Calas são pequenas praias entre rochedos e falésias e essa é tão famosa que é melhor você chegar lá bem cedo ou vai ser difícil curtir a beleza do lugar.

Do estacionamento até a praia, você caminha primeiro em ruazinhas onde é proibida estacionar e depois faz uma trilha curta até chegar à praia. O trajeto total dá em torno de 15-30 minutos, dependendo da sua pressa e sua vontade de fazer fotos no caminho.

Aproveite a tranquilidade do lugar antes dos muitos outros turistas chegarem e, perto das 10h, continue a trilha por mais uns 5 minutos até chegar à S’Almunia. Essa praia é rodeada por rochas, de onde os banhistas se divertem pulando. Além disso, há um pequeno balneário, assim como em Caló des Moro, caso você queira tomar um banho por ali também.

Para almoçar sugiro dirigir até Cala Santinyí, a apenas 10km dali, onde a oferta de restaurantes é melhor. Para curtir praias de areia durante a tarde: Cala s’Amarador e Cala Mondragó, sendo uma bem próxima à outra, sendo ligadas por uma calçada nas pedras que as separam. 

Obs.: no nosso caso, fomos até Cala Llombards nesse dia, mas eu não gostei da praia, por isso não recomendo aqui para vocês. Além de estar super lotada, o que eu acho que não dá muito para evitar ao meio dia nessa região da ilha, há um restaurante bem meia boca na areia da praia que ocupa mais da metade de área com os seus próprios guarda-sóis e cadeiras.

Dia 3 – Serra de Tramuntana

Outra indicação de praia incrível, mas para chegar bem cedinho: Torrent de Pareis. Trata-se de uma pequena praia com acesso ao mar somente por meio de duas altas rochas. O local tem uma natureza exuberante e conta com bastante espaço pra você estender sua toalha e pegar um sol (a praia é de pedrinhas). O problema é realmente quando começa a lotar, já que a entrada para o mar é bem estreita.

O acesso à praia se dá pela vila de Sa Calobra e uma calçada à beira mar com um visual estonteante. No final do trajeto, um pequeno túnel leva à Torrent de Pareis. 

Quando os turistas começarem a encher a praia, dirija-se à charmosa Aldeia de Deia para o almoço. Lá as estradas são estreitas e pode ser um pouco difícil de encontrar um estacionamento, mas a cidade é cativante, vale a pena. Depois do almoço há duas opções: tentar descer com o carro pelas ruelas estreitas até a Cala Deia, para aproveitar uma praia mais tranquila, ou ir até o Port de Sóller, curtir o mar em uma cidade um pouco mais estrutura e turística.

Dia 4 – Península norte

Para chegar à Platja de Formentor é preciso dirigir pela Serra de Tramuntana, belíssimo Patrimônio Mundial da Unesco. No trajeto, pare no Mirador Es Colomer, de onde você conseguirá ver desde a cidade portuário Port de Pollença até a extensa cadeia de montanhas rochosas que contorna o mar.

Dali siga para a Platja de Formentor para passar o dia. A praia é extensa, mas a faixa de areia é bem estreita. A praia oferece muitos estacionamentos, não é tão cheia e proporciona boas sombras das árvores. A cidade tem pouquíssima estrutura, há dois restaurantes à beira mar que quebram o galho e disponibilizam de banheiros.

Sugiro levar um lanche e passar o dia aproveitando a tranquilidade dessa praia.

Ali na região ainda há uma praia que é a favorita de muitos que visitam Mallorca. Muitos dizem que a caminhada de 30 minutos para chegar à Cala Murta afugenta a maioria dos turistas, mas é provável que ela não esteja tão vazia assim, já que os visitantes de Mallorca ficam curiosos com a sua beleza.

A praia de pedras fica em um local de natureza intocada, sem estrutura nenhum de hotel ou restaurantes.

Platja de Muro: perfeita para crianças

Dia 5 – Praias do Sul ou Platja de Muro

No último dia, aproveite a tranquilidade da pequena Cala de Pi e da bela Es Trenc, duas das praias preferidas entre os visitantes da ilha.

Ou, se tiver preferido as praias mais estruturadas, dirija-se ao norte para aproveitar a Platja de Muro, na cidade de Port Alcúdia. A cidade tem uma oferta gigantesca de hotelaria e restaurantes, além de lojinhas. O dia por lá passa voando, curtindo o mar, tirando um tempo para almoçar e voltar para curtir um pouco mais da praia. 

Montar um roteiro de cinco dias é difícil pela quantidade de praias que a Ilha de Mallorca oferece e pela proximidade entre elas. A vontade é de conhecer todas! Minha sugestão é escolher no máximo três praias por dia, se elas forem próximas uma da outra, para que você consiga aproveitar cada uma delas e realmente relaxar nas suas férias.

Caso você queira gastar menos tempo dentro do carro e curtir ainda mais as praias, sugiro alugar uma hospedagem em alguma das praias do lado sul ou leste e curtir as praias da região, em uma vibe ainda mais tranquila. Recomendo o post no blog Alma Viajante para escolher qual praia você vai preferir para fazer sua base.

Leve em consideração que os meses de julho e agosto são meses de alta temporada e a probabilidade de encontrar praias cheias é de quase 100%.

Não esqueça de colocar seu sapatinho de praia na mala, para proteger seus pés nas praias de pedra, que são maioria na ilha, e divirta-se!

Contrate pelos links:
– SEGURO VIAGEM pela Seguros Promo (recomendo o seguro da AssistCard!)
– HOTÉIS pelo Booking.com
– PASSEIOS em Mallorca pelo GetYourGuide

Gosta do meu conteúdo? Colabore pelo Patreon! Clique aqui para saber dos benefícios de se tornar um patrono e para conhecer meus serviços.

Deixe uma resposta