Onde morar em Munique? Conheça os bairros da cidade!

Você está super empolgado, porque seu sonho de morar em Munique está se tornando realidade, já começa a procurar uma casa para morar e aí se depara com um problema. Nos sites de aluguel há a possibilidade de filtrar a busca por bairros de Munique e você percebe que não sabe nada sobre nenhum dos bairros e não faz ideia de qual região da cidade é boa para morar.

Nessa hora, surgem inúmeras dúvidas: se o lugar vai combinar com o nosso estilo de vida, onde são as regiões perigosas, se a estrutura do bairro será boa… E todas essas dúvidas parecem muito maiores quando a cidade destino é uma cidade que nunca nem visitamos.

Por isso, hoje trago para vocês informações sobre cada bairro, para ajudar você a imaginar a sua vida aqui em Munique.

Informações gerais dos bairros de Munique

A capital da Baviera tem, no total, 25 bairros. Desde a Idade Média, a cidade foi crescendo e agregando distritos que viravam bairros, como os três primeiros, ao redor do Altstadt (Centro Histórico), que receberam o sufixo -vorstadt, que em alemão significa “antes da cidade”. Essas regiões que existem até hoje em Munique: Maxvorstadt, Isarvorstadt, Ludwigsvorstadt. 

Em 1992, já eram 41 bairros na cidade, o que pedia um reagrupamento, para melhor administração de cada distrito e de Munique como um todo. Esse processo durou de 1992 a 1996 e de 41 bairros, passou-se aos 25 de hoje. No dia a dia, porém, muitos ainda usam as denominações dos bairros anteriores, já que elas oferecem uma visualização mais específica e as características das partes de cada bairro podem variar muito entre si.

O que é interessante também, é que, além das estatísticas de área e população, há também a percentagem de estrangeiros por bairro. O índice é bem equilibrado, com uma média de 28,5%, variando entre 22,8% (Schwabing-West) a 41,3% (Milbertshofen-Am Hart), em bairros que são, inclusive, vizinhos.

O que analisar na hora de escolher um bairro?

Os aspectos que são decisivos na escolha de um bairro para morar no Brasil e na Alemanha são bem diferentes. No Brasil, infelizmente temos que considerar aspectos como desigualdade social, segurança, infraestrutura do bairro, como mercados, hospitais e até escolas, as quais têm qualidade bem diferente dependendo da localização. 

Aqui em Munique, todo bairro tem uma infraestrutura excelente, com meios de transporte, mercados, escolas, parques para as crianças, segurança. Enfim, você pode simplesmente escolher o bairro que mais combina com o seu estilo de vida. 

Alguns exemplos de questionamentos para você fazer para si mesmo são: 
– Você tem ou pretende ter um carro? Se sim, é uma boa opção morar em um bairro um pouco mais afastado do centro, perto do seu trabalho, não se estressar tanto com trânsito, com muvuca. Além disso, o fato de não precisar se atentar a ter ou não boas conexões de metrô, S-Bahn ou trem, vai fazer com que o aluguel seja mais barato. 
– Você gosta e tem um estilo de vida mais agitado? Não se importa com restaurantes, bares e supermercados cheios de gente, com muvuca e barulho de vez em quando? Então o centro pode ser uma boa opção pra você. 
– Não gosta de muvuca, mas quer ficar próximo das opções de lazer que a cidade oferece? Existem excelentes opções de bairros mais tranquilos, mais residenciais, que ficam a uns 20 minutos de transporte público do centro da cidade.

Bairro a bairro

Altstadt, o centro histórico de Munique.

Altstadt-Lehel

O bairro mais central da cidade. O que todo mundo que vem pra Munique conhece. O mais turístico, o mais comercial, o bairro com mais atrações conhecidas em Munique. Altstadt-Lehel respira história e cultura, devido aos inúmeros pontos históricos e por ser onde a cidade nasceu, além dos muitos e muitos museus.

Morando no centro você, com certeza, tem excelentes conexões com transporte público e muitas opções de comércio, mercados, restaurantes, bares, cinema, teatro, etc. Porém, a quantidade de apartamentos residenciais, principalmente, no centro histórico é bem limitada e os apartamentos podem ser antigos, pequenos e caros. Já a região de Lehel é mais residencial, mas pela localização, margeando a parte sul do Englischer Garten é bem concorrida e cara.

Principais pontos: Marienplatz, Viktualienmarkt, Odeonsplatz, Karlsplatz, Englischer Garten Süd.

Ludwigvorstadt-Isarvorstadt

Estátua da Bavária em época de Oktoberfest, no Ludwigsvorstadt-Isarvorstadt.

É na região de Ludwigvorstadt que fica a Hauptbahnhof, estação central de trens de Munique e a área conhecida como “Klein-Istanbul”. Para mim, essa área que engloba algumas quadras entre a Hauptbahnhof, Theresenwiese e Sendlinger Tor (são 3 estações de metrô, se você quiser saber a localização exata pelo mapa), é uma das poucas regiões de Munique que não me sinto muito confortável de andar, os homens mexem com você, tem sempre muitos homens e poucas mulheres na rua, algumas casas de show e casas de aposta. A região é bem central e, ainda assim, é segura, mas não me sinto confortável ali, por isso não moraria e também não recomendaria, principalmente se você é mulher.

É nesse bairro que fica a Theresenwiese, onde acontece a Oktoberfest.

Já a parte sul do bairro, é excelente, tem ótimas conexões de transporte público (o que também acaba nem sendo tão necessário, porque você já está praticamente no centro). 

Em especial, a região da Gärtnerplatz e a área do Gockenbach Viertel têm uma grande oferta de restaurantes, bares e baladinhas. A vida noturna ali é bem agitada, o que pode ser vantagem pra quem curte um agito, mas uma desvantagem pra quem gosta de tranquilidade ou tem filhos, por exemplo. 

Uma outra curiosidade é que o Glockenbachviertel é conhecido como a área LGBTQ+ de Munique, com vários estabelecimentos focados nesse público.

Principais pontos: Klein-Istanbul, Theresenwiese, Gärtnerplatz, Deutsches Museum.

Maxvorstadt

Pinacotecas no Maxvorstadt: cultura por baixo custo.

Esse é, dos bairros mais centrais, o que eu acho mais bonito e mais interessante de se morar. Ele respira arte e cultura, com vários museus, como as três Pinacotecas, o Glyptothek, a Lenbachhaus e as Universidades. Justamente por ter as universidades, ele também oferece uma gama ampla de opções de restaurantes e cafés, principalmente.

Principais pontos: Königsplatz, Universität, Pinacotecas.

Schwabing-West

Ruas do bairro de Schwabing-West.

Conhecido por ser um dos bairros mais caros de se morar em Munique. Apesar de ser uma área com grande oferta de opções de lazer, ele é bem residencial e tranquilo. O parque Luitpoldpark fica nesse bairro e o Olympiapark fica colado ao limite oeste do bairro.

Principais pontos: Luitpoldpark, Petuelpark.

Schwabing-Freimann

Sorvete na região de Münchner Freiheit.

A parte sul do bairro, conhecida como Schwabing, engloba o Englischer Garten, tem uma enorme oferta de entretenimento, bares, cafés e restaurantes. É um dos lugares mais caros de Munique para morar, principalmente bem próximo ao Englischer Garten.

O bairro é gigante, vai desde a parte central do Englischer Garten até o limite norte da cidade, pegando a Allianz Arena, o estado do Bayern. Essa parte norte, chamada de Freimann, é muito mais residencial e até menos urbana do que a parte sul.

Principais pontos: parte central e norte do Englischer Garten, Münchner Freiheit e Allianz Arena.

Au-Haidhausen

Centro Cultural Gasteig, em Au-Haidhausen.

Bairro super tradicional, às margens do Rio Isar, o rio que corta Munique de cima a baixo (ou de baixo a cima, já que ele vem dos alpes, no sul, haha). Um bairro tranquilo, mais perto do centro, com oferta grande de cafés e restaurantes nas ruas principais, mas considerado um bairro bem residencial e tranquilo nas outras ruas, bem familiar e um bairro tradicional com lojas que focam muito no local, orgânico, etc.

Principais pontos: Maximilianeum,  Paulaner Am Nockherberg, Mariahilfplatz, Gasteig.

Obergiesing-Fasangarten

Heilig-Kreuz-Kirche em Giesing.

A parte norte do bairro, chamada de Giesing, tem crescido muito na cena de bares e cafés mais descolados, mais hipster. Tanto a parte norte quanto a parte sul do bairro, essa chamada de Fasangarten, são bem urbanizadas, têm uma boa oferta de restaurantes, bares e cafés e têm excelente conexão de transporte público, sendo possível chegar rapidinho dali até o centro.

Principais pontos: Ostfriedhof.

Untergiesing-Harlaching

A parte norte desse bairro, chamada de Untergiesing, juntamente com a região de Obergiesing, forma a região de Giesing. Como citei anteriormente, Giesing tem crescido muito nos últimos anos, na cena de bares e cafés mais descolados, mais hipster. 

Esse bairro é bem urbanizado, mas sua parte leste margeia o rio Isar. Ali você encontra uma enorme área verde, excelente para caminhadas, passeios de bicicleta ou piqueniques. Em algumas dessas áreas é até possível banhar-se no rio! 

Esse bairro também respira futebol, já que o time menos internacionalmente conhecido de Munique, o München 1860, tem seu estádio ali, o Grünwalder Stadion. 

Principais pontos: Zoológico Tierpark Hellabrunn, margens do Isar, Gründwalder Stadion.

Sendling

Bairro super urbanizado, com grandes avenidas, mas ainda assim com bastantes áreas verdes, principalmente às margens do Rio Isar. A oferta de gastronomia é bem grande e a conexão de transporte público é excelente.

A parte norte do bairro é muito próxima à Theresenwiese, onde acontece a Oktoberfest, por isso toda região fica mais movimentada e agitada nessa época do ano.

Principais pontos: Alte Utting (limite do bairro com Glockenbachviertel), Flaucher e margens do Isar, Großmarkthalle.

Sendling-Westpark

Jardim japonês no Westpark, em Sendling-Westpark.

Região bem residencial e tranquila, com dois parques, o Westpark e o Südpark. Com excelentes conexões de transporte para o centro da cidade, ótimas opções gastronômicas e de lazer.

Principais pontos: Westpark, Südpark

Schwanthalerhöhe

É um dos menores bairros de Munique, bem próximo do centro e colado na Theresenwiese. Oferece opções cool de restaurantes, bares e cafés e ótimas conexões de transporte, com S-Bahn, metrô, tram e ônibus.

Principais pontos: Bavaria Park, Hackerbrücke, Forum Schwanthalerhöhe.

Laim

Região bem residencial, mas ainda assim com algumas avenidas que conectam o centro da cidade com a região oeste. Também conta com excelente conexão de transporte: S-Bahn, metrô, tram e ônibus. 

Não há nenhum grande parque nesse bairro, mas pequenas áreas verdes e as ruas laterais, mais residenciais, são bem arborizadas. Ainda é próximo à Theresenwiese e ao Westpark. 

Principais pontos: Laimer Platz.

Neuhausen-Nymphenburg

Nos jardins do Palácio de Nymphenburg.

Bairro com prédios elegantes do final do século 19. A parte sul é mais movimentada, devido à proximidade com as estações do S-Bahn e movimentação vinda do centro da cidade. Porém, ao redor dos jardins do Palácio de Nymphenburg, há inúmeras ruas residenciais lindas e tranquilas.

Principais pontos: Palácio de Nymphenburg, Hirschgarten, parte sul (menos conhecida) do Olympiapark. 

Milbertshofen-Am Hart

Olympiapark.

É aqui que fica a parte mais visitada do Olympiapark, a parte norte parque, e a planta principal da BMW e talvez por isso seja o bairro com mais percentagem de estrangeiros em Munique.

A parte sul chamada de Milbertshofen é tomada pela metade por esses dois pontos, Olympiapark e BMW, e o restante da área é residencial com uma boa gama de restaurantes e cafés. A parte norte do bairro é chamada de Am Hart, mais tranquila e residencial.

Pontos principais: Olympiapark, BMW Museum e BMW Welt.

Moosach

Moosach: aqui eu estou em casa!

Meu bairro do coração. Tirando os dois primeiros meses aqui em Munique em que ficamos em um apart hotel em Laim, foi o bairro que sempre moramos. Já tivemos dois apartamentos e os dois foram em pontos diferentes do bairro.

Eu adoro aqui, é residencial, mas tem supermercados, shopping, é bem próximo do Olympiapark, dá pra ir de bike ou metrô. E onde estou agora, bem próximo à Estação de Moosach, tem muitas opções de transporte: metrô, S-Bahn, tram e ônibus.

Existem também alguns restaurantes e cafés, mas na minha opinião talvez essa seja a parte negativa do bairro. Os restaurantes aqui são mais simples e bem tradicionais, refletindo a vibe do bairro, assim como em outros bairros mais afastados do centro ou com menos concentração de jovens. Então, para experimentar coisas diferentes, precisamos pegar o metrô e andar algumas estações.

Pontos principais: Kaufland, Olympia-Einkaufszentrum, Moosach-Bahnhof.

Pasing-Obermenzing

Área central de Pasing.

Um dos maiores bairros, na região oeste de Munique. No geral, super residencial, principalmente a parte norte, em Obermenzing, bem tranquila e charmosa nos entornos do Schloss Blutenburg. 

A parte sul, em Pasing, é um pouco mais movimentada, por ter um grande centro de compras, com shopping, praça com vários restaurantes e cafés e uma zona comercial agitada ali pelo entorno.

Principais pontos: Schloss Blutenburg, Pasing Arcaden, Pasinger Stadtpark.

Berg am Laim

Bairro bem misto entre residencial e comercial/industrial. Boa conexão com o centro, próximo ao Ostpark. A parte ao redor da Ostbahnhof tem vários restaurantes e bares legais, numa vibe mais informal e alternativa, incomum para Munique.

Principais pontos: Ostbahnhof, Werksviertel-Mitte, Hi-Sky München (Roda Gigante).

Trudering-Riem

Grande bairro no leste de Munique, com muitos hotéis, restaurantes e algumas empresas devido ao Messe, o maior centro de eventos de Munique para feiras, congressos, etc.  A parte sul do bairro é bem residencial, já a parte norte, devido ao Messe, é mais preenchida por comércio, shopping Riem Arcaden, um grande parque Riemer Park ao redor de onde fica a Messe (centro de eventos)

Principais pontos: Riem Arcaden, Messe. 

Ramersdorf-Neuperlach

Michaelibadm, no parque Ostpark, em Rahmensdorf-Neuperlach.

Bairro residencial no sudeste de Munique, com uma área grande de compras ali no shopping PEP.

Pontos principais: Shopping PEP (Kaufland, Primark), Ostpark.

Thalkirchen-Obersendling-Forstenried-Fürstenried-Solln

Rio Isar.

Os limites leste do bairro beiram o rio Isar, com piscinas naturais e pontos de banho no próprio rio. O bairro oferece mais restaurantes e cafés na parte norte, mais próxima ao centro e quanto mais para o sul do bairro, mais residencial ele é. 

Existem vários novos edifícios por ali, o bairro tem crescido bastante nos últimos anos.

Principais pontos: Isar, Siemens.

Hadern

A maior parte da extensão do bairro é coberta por um grande hospital Klinikum Großhadern e por um cemitério Waldfriedhof. Além disso, o bairro é bem residencial e tranquilo.

Pontos principais: Blumenau, Klinikum Grosshadern, Waldfriedhof.

Bogenhausen

A parte sudoeste do bairro beira o rio Isar e margeia o Englischer Garten, é mais urbanizada, com muitos restaurantes e cafés. Já a parte nordeste do bairro é mais rural, tem portanto, menos oferta de entretenimento, mas muitas opções de lugares tranquilos para caminhar em meio a natureza.

Pontos Principais: Friedensengel, margens do Isar.

Aubing-Lochhausen-Langwied

No limite oeste da cidade de Munique ficam bairros um pouco mais afastados, com várias regiões mais rurais (exceto pelo centro dos bairros, claro). Esses bairros parecem até cidadezinhas separadas, com vida própria, centro próprio. E assim como os outros bairros, oferecem mercados, farmácias, restaurantes, escolas, etc.

Pontos principais: Langwieder See, Lusssee, região de Aubing (a maior concentração urbana do bairro).

Allach-Untermenzing

Allach-Untermenzing.

Nos limites noroeste da cidade de Munique ficam bairros um pouco mais afastados, com várias regiões mais rurais (exceto pelo centro dos bairros, claro). Esses bairros parecem até cidadezinhas separadas, com vida própria, centro próprio. E assim como os outros bairros, oferecem mercados, farmácias, restaurantes, etc.

Pontos principais: Allach Bahnhof (centro comercial grande).

Feldmoching-Hasenbergl

Lerchenauer See.

Nos limites norte da cidade de Munique ficam bairros um pouco mais afastados, com várias regiões mais rurais (exceto pelo centro dos bairros, claro). Esses bairros parecem até cidadezinhas separadas, com vida própria, centro próprio. E assim como os outros bairros, oferecem mercados, farmácias, restaurantes, etc.

Pontos principais: Lerchenauer See, Feldmochinger See, Fasaneriesee.

E aí? Agora me diz qual bairro você mora ou já morou em Munique, ou para qual deles você gostaria de se mudar!

2 Replies to “Onde morar em Munique? Conheça os bairros da cidade!”

  1. Oi Carol, adorei o post e o vídeo no YouTube! Obrigada! Acho que eu preferiria as casas do “interior”… hehehe Você recomendaria algum site bacana pra encontrar casas? Danke! 🙂

    1. Oi, Denise! Que legal, obrigada ❤️

      http://www.immobilienscout24.de
      http://www.wg-gesucht.de

      Mas entra em grupos de Facebook da cidade que você vai morar tbm! Procurar por “apartments for rent in” e o nome da cidade, ou “brasileiros em” e o nome da cidade. Tbm tem alguns anúncios nesses 🙌🙌🙌

      Boa sorte!

Deixe uma resposta