Guia de utilização do transporte público de Munique

Principalmente para quem vem de cidades sem sistema de metrô, o que no Brasil não é difícil, pode parece complexo demais utilizar um sistema de transporte público como o daqui. Com o plus de desvantagem de ter que entender tudo em alemão.

Infelizmente (ou felizmente), é uma das primeiras coisas que você precisa entender na cidade se pretende se locomover por ela, seja a turismo ou seja por qualquer outro motivo. De cara parece muito pra absorver, mas assim que você aprende, fica facinho de ir a qualquer lugar.

Vai ser longo, mas pretendo explicar tudo para você entender qual o passe mais vantajoso para você e mostrar passo a passo como comprar e utilizar os meios de transporte por aqui.

As empresas de transporte público em Munique:

  • MVV – é a Associação de Transportes e Tarifas de Munique, das quais fazem parte:
    • MVG – é a empresa de transporte responsável pelo metrô, tram e ônibus até a linha 199;
    • DB – responsável pelo S-Bahn e linhas de ônibus a partir de 200. A DB é da Deutsche Bahn que é a empresa também encarregada pelo transporte ferroviário na Alemanha.

Como funciona a rede de transporte público em Munique?

Toda a área que o transporte público alcança, que engloba Munique e as cidadezinhas vizinhas, é dividida por zonas e anéis. São 16 anéis, sendo que quanto maior o número dele, mais longe do centro. Além disso, um conjunto de anéis representa uma zona:

  • Innenraum (zona branca) – anel 1 ao 4, a parte mais central de Munique;
  • München XXL (zona branca + verde) – anel 1 ao 8;
  • Außenraum (zona verde + amarela + vermelha) – anel 5 ao 16, engloba somente a parte fora da região central de Munique;
  • Gesamtnetz (zonas branca, verde, amarela e vermelha) – anel 1 ao 16, compreende toda área.
Rings
Para fazer o download do mapa completo com os anéis e as tarifas clique aqui. Fonte: MVG.

Para saber em qual zona ou anel as estações ou pontos que você precisa utilizar estão, baixe o mapa acima para os pontos na Außenraum ou esse aqui para os pontos na Innenraum.

Quais os meios de transporte público em Munique?

  • U-Bahn – metrô em alemão. É o principal meio de transporte da cidade e conta com 8 linhas, sendo 6 de funcionamento contínuo (U1 a U6) e duas que funcionam em horários de maior movimento (U7 e U8). O U-Bahn funciona do anel 1 ao 4, a área chamada de Innenraum (exceto pela U6 sentido Garsching-Forschungszentrum, na qual as últimas três estações fazem parte já da zona München XXL).
  • S-Bahn – os trens que levam do centro de Munique até as regiões mais afastadas. É, juntamente com o U-Bahn, o principal meio de transporte de Munique. Funciona do anel 1 ao 16 (Gesamtnetz).
  • Tram – são metrôs de rua, bondinhos. Cobrem trajetos que o U-Bahn não cobre, ou servem de “atalho” para alguns trajetos, nos quais com o U-Bahn ou S-Bahn seria necessário fazer baldeações.
  • Ônibus – cobrem também toda a área de Munique (Gesamtnetz), do anel 1 ao 16. Cobrindo pontos que os outros meios não cobrem.
Símbolos dos meios de transporte de Munique. Fonte: MVG.

Quais são os tipos de bilhetes?

  • Single trips (Einzelne Fahrten) – são tickets únicos, como temos no Brasil. Cada viagem gasta, pelo menos, um passe, considerando que aqui, devido a integração dos meios de transporte, a validade do bilhete é um tempo determinado de acordo com as zonas nas quais seu bilhete é válido. Por exemplo, se você comprou um ticket para andar somente em uma zona, ele é válido por 1 hora, já para acima de 2 zonas a validade é de 4 horas.
    • Single ticket (Einzelfahrkarte) – é vantajoso se você precisa usar o transporte público somente uma vez. Por exemplo, se você se hospedar na casa de um amigo que vai te levar para passear de carro, mas ele não conseguiu te buscar no aeroporto, aí você precisa de um passe somente para chegar até a casa dele.
    • Stripe ticket (Streifenkarte) – é vantajoso em duas situações: se você vai precisar do transporte público algumas vezes em dias diferentes. Aí você pode comprar até 10 passes de uma vez e pagar mais barato. Ou, na outra situação, se você tem um destino, mas você quer parar no meio, gastar um tempo e continuar o trajeto mais tarde. Por exemplo, você está indo ao aeroporto pegar seu voo para ir embora, mas você quer parar em algum lugar no caminho para comprar umas últimas lembrancinhas de última hora. Esse ticket é meio complicado de utilizar, para cada zona (branca, verde, amarela ou vermelha)  precisam ser validados 2 passes e você não pode fazer a volta com os mesmos tickets, pois ele permite somente a ida. Por exemplo, do centro de Munique até o aeroporto, que fica na última zona, a verde, seriam necessários 8 passes, pois você passaria por todas as quatro zonas, e para cada uma são necessários 2 passes. Esse ticket é apenas uns centavos mais barato que o outro, mas muito mais complicado de usar, na minha opinião, a chance de fazer algo errado é muito grande para o tanto que se economiza.
  • Day tickets (Tageskarten) – para quem quer usar o transporte público diversas vezes em horários diferentes durante um dia.
    • Single Day Ticket (Single-Tageskarte) – se você está sozinho ou não vai estar sempre com os seus companheiros de viagem. Ele custa €6,60 para a zona branca, Innenraum.
    • Group Day Ticket (Gruppen-Tageskarte) – a partir de duas pessoas, esse ticket já é válido. Ele custa €12,60 para a zona branca, Innenraum, e pode ser utilizado por até 5 pessoas. Ele é um cartão só, então as pessoas utilizando esse cartão devem estar sempre juntas!
    • Multiday Ticket (Mehr-Tage-Karte) – para utilizar por 3 dias na zona dos primeiros 4 anéis (Innenraum) ou em todas as 4 zonas (Gesamtnetz).
    • CityTourCard – para utilizar por 1, 3 ou 4 dias na zona dos primeiros 4 anéis (Innenraum) ou 3 ou 4 dias em todas as 4 zonas (Gesamtnetz). Também dá descontos em mais de 70 atrações turísticas (você pode ver a lista aqui).
    • QueerCityPass – o mesmo que o CityTourCard, 1, 3 ou 4 dias na zona dos primeiros 4 anéis (Innenraum) ou 3 ou 4 dias em todas as 4 zonas (Gesamtnetz), mas ele dá descontos em atrações turísticas LGBT-friendly (você pode ver a lista aqui).
  • Frequent travellers (Vielfahrer) – para quem vai permanecer na cidade durante vários dias e vai utilizar o transporte público durante a estadia. No momento da compra na máquina, você consegue escolher o dia para começar a utilizá-lo e para quais anéis ele será válido.
    • Weekly (IsarCard-Woche) – válido durante 7 dias.
    • Monthly (IsarCard-Monat) – válido durante 1 mês.

*Para crianças até 15 anos os valores são diferentes.

Mais informações e valores no site da MVV (em alemão e inglês).

Como comprar o ticket?

Agora que você já sabe como identificar a zona e os anéis que precisa utilizar e já decidiu qual o melhor ticket pra sua situação, bora comprar! Você pode comprar com um funcionário em um dos balcões da MVG (na Hauptbahnhof eles falam inglês!) ou nas máquinas, que ficam dentro das estações, em alguns pontos de ônibus e dentro dos trams e ônibus.

As máquinas que você deve procurar são essas azuis, da MVG. Elas terão os símbolos do U-Bahn, S-Bahn, Tram e BUS.

20171122_151332
Máquina da MVG

Nas fotos, mostro o passo a passo de como comprar o passe semanal.

IMG_20171122_084743634
Tela inicial

Para comprar na máquina, primeiramente, você seleciona o idioma que você prefere, entre alemão, inglês, francês, italiano, espanhol, turco, russo ou japonês.

IMG_20171122_090749425
Depois que você tocar na tela, ela vai ficar igual à imagem. Clique nas bandeirinhas para selecionar o idioma.
IMG_20171122_090752590
Selecione o idioma que preferir

Em seguida, você escolhe o tipo de passe que você quer comprar: Single trips, Day tickets, Weekly & monthly tickets (Frequent Travellers), CityTourCard & combined tickets (como o QueerCityPass) ou DB special offers, passes de trem para outras cidades da Alemanha. Note também que do lado direito, você tem alguns atalhos, como para comprar o ticket para o aeroporto, por exemplo.

IMG_20171122_090756751
Escolha o tipo de ticket

Então, você seleciona por quanto tempo você quer utilizar seu ticket.

IMG_20171122_090806490
Para passes semanais ou mensais, clique em IsarCard.

Agora, você escolhe os anéis ou as zonas que você quer percorrer com seu ticket.

IMG_20171122_090834495
Para percorrer toda a zona branca, por exemplo, clique em 1 e depois em 4, referentes aos quatro anéis da Innenraum.

Só então você escolhe se seu passe será semanal ou mensal. Nessa tela você também consegue conferir e mudar se quiser trocar o tipo do seu ticket ou os anéis.

IMG_20171122_090838279
Escolher entre semana ou mensal

E insere o dia no qual você pretende começar a utilizar o seu ticket. E a máquina calcula automaticamente a data final, de acordo com o tipo de bilhete que você escolheu.

IMG_20171122_090841552
Selecione a partir de quando deseja usar o ticket

Em seguida a máquina mostra todas as informações do seu bilhete para você confirmar. Clique em Buy ticket para prosseguir.

IMG_20171122_090846316
Confirmação das informações do ticket

Por último, você escolhe a forma de pagamento. Você pode pagar no cartão ou em dinheiro (notas e moedas). É nessa tela também que você pode escolher a quantidade de tickets!

IMG_20171122_090849516
Selecione a forma de pagamento

O seu passe e o seu troco, caso tenha pago em dinheiro, caem na portinha embaixo da tela.

20171122_151419
Onde retirar seu passe e seu troco

Guarde esse ticket em um lugar que vai estar sempre com você, como a sua carteira. Você não precisa dele para passar numa catraca como no Brasil, mas existem fiscais à paisana nos trens, trams e ônibus e podem mostrar a carteirinha de funcionário da MVG e solicitar seu passe a qualquer momento. Se você não estiver com o ticket, a multa, chamada de Schwarzfahren, é de €60!

É necessário carimbar o ticket ou não?

Os únicos tickets que não precisam ser carimbados são os que já contêm as datas do período no qual são válidos, ou seja, os passes semanais e mensais. Todos os outros bilhetes precisam ser carimbados antes da utilização. No ticket, o local certo para carimbar está demarcado com setas e uma inscrição “hier entwerten“. Mas também não tem problema nenhum se você acabar carimbando em outro lugar.

As máquinas para carimbar estão um pouco antes das escadas rolantes que descem para a plataforma do metrô. Dentro dos trams e ônibus ficam, normalmente, na parte com o espaço para cadeirantes, em frente à porta central.

20171122_151302
Onde carimbar o ticket (insira a pontinha do passe nesse buraco vermelho)

Caso o fiscal peça seu ticket e você esteja com ele, mas tenha esquecido de carimbar, a multa é de €40! Portanto, se você ainda tem dúvidas se carimba ou não seu bilhete, carimbe! O carimbo em um ticket semanal não vai te render uma multa, mas a falta de carimbo em um day ticket vai!

Como chegar no seu destino de transporte público em Munique?

Sugiro utilizar o Google Maps, ele funciona perfeitamente bem! Além de mostrar a rota, ele indica a direção do metrô, ônibus ou tram que você precisa pegar e mostra os horários das linhas.

Também recomendo baixar o aplicativo da MVG, o MVG Fahrinfo. Lá você encontra todos os mapas, como o da rede de U-Bahn e S-Bahn, de tram, e os mapas dos anéis e zonas. Caso você prefira o mapa no papel, pode pegá-lo nas estações de metrô nos balcões da MVG.

metro map munich
Mapa do metrô de Munique.  Para baixar, clique aqui. Fonte: MVG.

Vou usar um exemplo para explicar como chegar ao destino: vamos supor que você esteja hospedado próximo à estação de Westendstraße e queira ir ao Olympiapark. Com o mapa em mãos, o primeiro passo, é verificar qual é a estação ou ponto mais próximo de onde você está. Depois, encontre a estação aonde você precisa ir. Agora, identifique as linhas que passam por elas e tente ver uma maneira de chegar de uma para a outra, identificando onde as duas se conectam, caso seja necessário fazer mudança de trem.

No exemplo, você está na Westendstraße, linha U4 ou U5, e precisa chegar na estação Olympiazentrum, linha U3 ou U8, onde fica o Olympiapark. Como já dito, a linha U8, assim como a U7 (são as duas linhas de duas cores no mapa), são linhas que funcionam somente em horários de pico, então você precisa mudar do U4 ou U5 para o U3, e a estação onde é possível fazer essa troca é a Odeonsplatz, por onde as duas passam.

IMG_20171122_084642171_TOP.jpg
Você encontra as estações de metrô pelo símbolo do U-Bahn ou pelo do S-Bahn.

Em seguida, você precisa observar a direção do metrô que você precisa pegar. Para isso, observe a última estação da linha. Ao chegar na estação Westendstraße, você pode pegar o metrô U4 sentido Arabellapark ou o U5 sentido Neuperlach Süd. Na Odeonsplatz, você procura pelo U3 sentido Moosach.

Dentro das estações, é tudo bem sinalizado, então é só seguir as placas indicando a linha que você quer pegar. Algumas estações, inclusive, tem identificado nas placas das saídas um destino popular, em vez de só indicar os nomes da rua, como normalmente é. Na Olympiazentrum, por exemplo, você encontra nas placas Olympiapark, para que você já saia mais próximo ao parque.

Às vezes, a linha pode não ir até o final, mas nesses casos é só você checar se o último ponto será antes ou depois do ponto que você precisa ir. Se for depois, tá tudo certo!

Outros pontos importantes para utilização do transporte público em Munique:

  • Para entrar ou sair dos metrôs, trams e ônibus você precisa abrir a porta. Ela pode ser de maçaneta, no caso dos vagões mais antigos, ou um botão de touch nos mais novos, incluso ônibus e trams.
  • Os assentos preferenciais aqui são marcados com um adesivo com um banco e um sinal de +. Não vejo as pessoas oferecendo o assento tão frequentemente quanto no Brasil, mas ainda assim, se ele existe é para ser oferecido. É bem comum aqui também, as pessoas mais velhas se recusarem a sentar, quando você oferece, mas ainda assim, ofereça!, aqui isso também é sinal de educação!
20171122_211526
Assentos preferenciais
  • Nos metrôs, normalmente, os carrinhos de bebê são “estacionados” no canto, como na figura. Se algum entrar no seu vagão, ofereça esse lugar também.
20171122_211738
Lugar dos carrinhos de bebê
  • Nas escadas rolantes nas estações, fique à direita se for ficar parado e deixe a esquerda livre para quem está com pressa e quer passar andando.
  • Nos finais de semana é comum as linhas mudarem de plataforma devido à obras, sobretudo em estações mais centrais. Isso é bem complicado para os turistas, porque todas as informações são dadas no auto-falante em alemão. Nesses casos, não se desespere, encontre alguém que fala inglês (não é difícil) e pergunte.
  • Você verá muitos cachorros dentro do metrô também, se quiser fazer carinho neles, pergunte primeiro ao dono!

Acredito que uma das coisas mais importantes em uma viagem é você aprender a se locomover sem precisar de outras pessoas sempre com você! Isso te dá liberdade e independência! Agora saia e aproveite Munique!

 

 

12 Replies to “Guia de utilização do transporte público de Munique”

  1. […] Primeiramente, eu sugiro que você compre seu ticket para o metrô, é muito fácil se locomover pela cidade usando somente transporte público e todas as atrações desses dias serão no Innenraum e próximas a estações de metrô ou pontos de ônibus, super fácil de achar! Para entender melhor como funciona o sistema de transporte de Munique e poder decidir qual ticket comprar e como comprar, leia esse post aqui. […]

  2. […] como funciona o sistema de tranporte, pesquise na internet (tenho um post sobre o de Munique aqui), peça para alguém te explicar, se arrisque um pouco, se perca, se […]

  3. Good day! I know his is inda off topic however , I’d
    figured I’d ask. Would you be interested in tradinjg links or maybe guest writing
    a blog post or vice-versa? My site goes over a
    lott of the same topics as yours and I feel we could
    greatly benefit from each other. If you are interested feel free to shoot me an email.

    I look forward to hearing from you! Awesome blog by the way!

    1. Thank you!
      And sorry! But, at least for now, my focus is to write only in Portuguese, to brazilians. 🙂

  4. […] e quando olhamos toda a região coberta pelo S-Bahn (entenda o transporte público da cidade aqui) o número mais que dobra, o que fica visível no mapa oferecido pelo site oficial de Munique, que […]

  5. Muito obrigado pelas orientações

    1. Imagina, Jackson! Que bom que gostou 🙂

  6. Bom dia carol! tenho algumas duvidas sobre o transporte e gostaria de saber se pode me ajudar.
    chegarei em munique no dia 23/setembro e ficarei 3 dias lá. Entrando e saindo pelo aeroporto. Estaremos em duas pessoas.
    Vi que a melhor opção para o transporte central nesses 3 dias seria o group day ticket (29,60 €).
    Porem irei precisar de tickets separados para ir do aeroporto > centro no dia 23 e na volta ao aeroporto no dia 26 ?
    Com base nisso, quais seriam as opcoes mais viaveis e baratas desses percursos? (aeroporto ida(dia23) e volta(dia 26) e os dias em munique.
    Desde ja agradeço!

    1. Oi, Aline! É o seguinte: se nos dias 23 e 26 vocês forem fazer o trajeto aeroporto-cidade e ainda der tempo de passear um pouco, vale vocês comprarem o passe diário para grupo mesmo. Porque assim você podem utilizá-lo para ir ou voltar do aeroporto e ainda durante o resto do dia para passear. E aí nos outros dias, se vocês forem ficar só pelo centro da cidade, comprem o Ticket diário dos anéis mais centrais (Innenram ou Inner District).
      Então ficaria assim: dia 23, Group Day Ticket Gesamtnetz, €24,30 + dia 24, Group Day Ticket Innenraum, €12,80 + dia 25, Group Day Ticket Innenraum, €12,80 + dia 26, Group Day Ticket Gesamtnetz, €24,30. Total: €74,20.
      Se não der tempo de vocês passearem nos dias de chegada e partida, comprem o One Way Ticket para 4 zonas só para ir e voltar do aeroporto mesmo, aí é um ticket para cada um por €11,60. Com esse ticket aí o total de todos os dias em Munique ficaria €72 em vez de €74,20.
      E por último, eu posso sugerir CityTourCard Gesamtnetz 4 Tage (pega a roda toda de metrô, ou seja, inclui o aeroporto e dura 4 dias, até 6h da manhã do quinto dia), no valor de €75,90. Ele oferece um descontinho em algumas atrações, se vocês forem fazer alguma coisa que está incluída nessa lista de descontos. A lista e os descontos não são dos melhores, mas vai que vocês pretendem fazer algo dali, aí esse ticket vale a pena 🙂 Aqui tem a lista dos lugares que ele dá desconto e quanto: http://www.easycitypass.com/city/muenchen-de/.
      Uma dica para economizar é: se vocês forem ficar em um hotel mais central, vale fazer o roteiro de forma que um dos dias vocês fiquem só caminhando pelo centro, onde tem bastante coisa para fazer e o transporte não é necessário. Aí vocês economizariam um dia de ticket 😉
      Espero ter ajudado, Aline!
      Boa viagem pra vocês, espero que gostem de Munique <3

      1. Muito obrigada pelas dicas!!! 😊😊

  7. […] lugares ainda no alcance do metrô de Munique, nesses casos pelo S-Bahn, são alguns lagos maravilhosos, como o Starnberger Ser e o Ammersee. […]

  8. […] Para entender melhor como funciona o transporte público de Munique leia esse post. […]

Deixe uma resposta